Categoria: Piracicaba
31/05/2016

Uso do Aedes do Bem™ será expandido para a região central de Piracicaba

A Oxitec e a Prefeitura de Piracicaba anunciaram hoje a expansão do Projeto Aedes do Bem™ para a região central da cidade por dois anos e sua extensão por mais um ano no CECAP/Eldorado. “Com essa extensão e a expansão para a região central, o Aedes do Bem™ está ajudando a proteger a vida de ao menos 65 mil habitantes de Piracicaba ”, afirmou Glen Slade, diretor da Oxitec do Brasil.

Segundo o prefeito Gabriel Ferrato, o Aedes do Bem™ se tornou uma peça fundamental nessa batalha contra dengue, Zika e chikungunya. “Piracicaba está investindo na expansão de uma solução que já mostrou ser capaz de controlar um grave problema de saúde pública. E o melhor é que estamos fazendo isso com uma tecnologia inovadora, limpa, amiga do ambiente e sustentável”, afirmou Ferrato.

O Secretário de Saúde de Piracicaba, Pedro Mello, também comentou o novo contrato. “É com muito alegria que assinamos esse contrato. É mais um passo que damos na direção de tornar a cidade de Piracicaba a primeira do mundo a se livrar desse mosquito que tanto mal tem causado a milhões de pessoas em todo o mundo”, afirmou. “De julho de 2014 a julho de 2015, tivemos 133 casos de dengue no CECAP/Eldorado. De julho 2015 a 20 de maio de 2016, tivemos apenas sete casos confirmados no mesmo local”.

A Oxitec está investindo na construção de sua primeira fábrica de Aedes do Bem™ de grande porte no Brasil em Piracicaba. A capacidade planejada da unidade é de 60 milhões de unidades do Aedes do Bem™ por semana, o que pode proteger a saúde de até 1,5 milhão de pessoas. “Com nossa nova unidade de produção de Aedes do Bem™, vamos ajudar a proteger um número crescente de brasileiros desta crise sem precedentes causada pelo mosquito Aedes aegypti selvagem e por doenças como Zika, dengue e chikungunya.”, explicou Slade.

Para prolongar o Projeto Aedes do Bem™ no CECAP/Eldorado e expandi-lo para a região central de Piracicaba, a Prefeitura de Piracicaba vai investir R$ 3,7 milhões.

Início do projeto

Na semana que vem, a Oxitec e a Prefeitura irão começar a falar sobre o funcionamento do Projeto Aedes do Bem™. “Estaremos nas ruas da área central diariamente conversando com a população, demonstrando que nossos mosquitos não picam e tirando dúvidas. Estamos aqui para ouvir e falar sobre o Projeto Aedes do Bem™”, afirmou Guilherme Trivellato, gerente do Projeto. E completou: “Vamos também visitar outras regiões da cidade para falar do Projeto. Portanto nos procure, pergunte, participe”.

Segundo Sebastião Amaral Campos, coordenador do Plano Municipal de Combate à Dengue, a área da região central que receberá o projeto compreende 11 bairros (Centro, Cidade Alta, Cidade Jardim, Clube de Campo, Jardim Monumento, Nhô Quim, Nova Piracicaba, Parque da Rua do Porto, São Dimas, São Judas e Vila Rezende) com cerca de 60 mil moradores. “Esse trabalho vai exigir um empenho conjunto significativo da Oxitec e da Prefeitura. Estou confiante de que juntos traremos benefícios para a cidade inteira, pois todos os dias a região central recebe um grande número de visitantes a trabalho e a lazer.”.

As liberações do Aedes do Bem™ na área central da cidade têm previsão para começar em julho de 2016.O primeiro bairro a recebê-lo na região central será São Judas, que tem uma população de cerca de 3,6 mil pessoas.

 

Mais informações sobre o Aedes do Bem™, você encontra no portal Aedes do Bem™.

Você também pode assistir ao vídeo institucional sobre como é produzido o Aedes do Bem™ aqui.